Senador Humberto Costa começa debate sobre o Arco Metropolitano

Forum Socio Ambiental reunião senador

 

Antes mesmo de iniciar os trabalhos da Comissão Temporária Externa voltada para acompanhar as obras federais das BRs 104 e 423 e o Arco Metropolitano, o líder do PT no Senado, Humberto Costa, já deu início ao debate com a sociedade sobre a obra do Arco.

O senador recebeu o presidente do Fórum Sócio Ambiental de Aldeia, Herbert Tejo, e representantes do movimento para falar sobre o polêmico Lote 1 do Arco Metropolitano. Essa parte da obra está com dificuldades no projeto original pela exigência da transposição de uma Área de Proteção Ambiental (APA) na Mata de Aldeia, onde há mananciais e nascentes de rios. Segundo Herbert, os integrantes do Fórum estão muito preocupados com a questão ambiental, caso o projeto original seja executado. “Ele prejudica ambientalmente uma área muito importante da Mata Norte. Destrói a nascente de dois rios que alimentam o sistema de Botafogo e uma parte da mata que resistiu, sendo o maior fragmento de Mata Atlântica ao norte do rio São Francisco”, afirma o presidente do Fórum.

Uma das soluções apresentadas ao senador consiste em duplicar a PE 41, contornando Araçoiaba para se encontrar no trajeto do Lote 2 na BR 408 entre Paudalho e São Lourenço. Eles também enviarão outras sugestões que não prejudiquem a questão ambiental em nenhum trecho.

O senador Humberto Costa se prontificou em receber as propostas e encaminhá-las à avaliação do Departamento de Infraestrututa de Transportes (DNIT), a quem caba a construção do Arco. “Foi muito bom escutar os membros do Fórum para entender melhor os possíveis problemas ambientais que podem vir a ocorrer. Vou trabalhar para buscarmos uma solução”, disse o líder do PT.

O senador também receberá os prefeitos dos municípios de Igarassu, Itapissuma, Paulista, Abreu e Lima e Araçoiaba, que demonstraram descontentamento com a exclusão das cidades em novo traçado do projeto.

Para eles, o projeto alternativo prejudicará economicamente os municípios. O senador Humberto Costa já esteve em audiência com o ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, apresentando sua preocupação com o Arco Metropolitano e se dispôs a encontrar uma saída que atenda a todas as partes.

Comissão – Humberto protocolou na última terça-feira (03) um requerimento solicitando a criação de uma Comissão Temporária Externa destinada a acompanhar a execução das obras em vias federais no estado de Pernambuco, em especial das BRs 104 e 423 e do Arco Metropolitano. Com essa Comissão, o senador pretende realizar audiências públicas envolvendo todos os interessados no projeto do Arco e das BRs para buscar um entendimento e o melhor caminho a ser seguido.