Com PIB em queda, Humberto diz que só eleição direta poderá garantir estabilidade e fazer Brasil sair da crise

Humberto:  governo Temer não tem mais como esconder o seu fracasso. Não conseguiu cumprir o que prometia e agora quer que o trabalhador, aquele que mais precisa, pague a conta da crise. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado
Humberto: governo Temer não tem mais como esconder o seu fracasso. Não conseguiu cumprir o que prometia e agora quer que o trabalhador, aquele que mais precisa, pague a conta da crise. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado

Mais um dado divulgado nesta semana demonstra a desaceleração da economia durante o governo de Michel Temer (PMDB). Segundo Banco Central, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) do mês de outubro deste ano caiu 0,48% no comparativo com o mês anterior e é 4,5% menor do que o registrado no mesmo mês do ano passado. Esta é a maior queda dos últimos sete meses.
Para o líder do PT no Senado, Humberto Costa, os números mostram que a política econômica apresentada pelo governo Temer “naufragou”. “Quando Temer assumiu, ele disse que ia fazer um governo de ‘salvação nacional’. Mas a única pele que ele está tentando salvar, e mesmo assim sem sucesso, é a dele. O governo Temer aprofundou a dívida e cavou um buraco ainda maior para o Brasil e a gente não consegue ver a luz no fim do túnel”, avalia o senador.
Segundo Humberto, os dados do Banco Central fazem cair por terra a previsão do governo Temer de recuperação da economia brasileira em 2017. “O governo Temer não tem mais como esconder o seu fracasso. Não conseguiu cumprir o que prometia e agora quer que o trabalhador, aquele que mais precisa, pague a conta da crise. Foi assim com a PEC 55, vai ser assim com a Reforma da Previdência e com a Reforma Trabalhista. Mas não vamos permitir que o povo brasileiro seja ainda mais penalizado”, afirmou.
Para Humberto, há um risco de que o país entre em ‘convulsão social’. “O aumento do desemprego e o aprofundamento da crise podem levar o Brasil há uma situação limite. Só a eleição direta poderá dar legitimidade a o presidente e a estabilidade necessária para tirar o Brasil da crise”, sentenciou Humberto.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment