Com varejo em queda, Humberto responsabiliza Temer por agravamento da crise

 Humberto: O agravamento da crise é de total responsabilidade de Michel Temer, do PSDB e de toda essa trupe que usou de subterfúgios para tirar uma presidente legitimamente eleita. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado

Humberto: O agravamento da crise é de total responsabilidade de Michel Temer, do PSDB e de toda essa trupe que usou de subterfúgios para tirar uma presidente legitimamente eleita. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado

 
A crise econômica atingiu em cheio as vendas no varejo brasileiro, que recuaram 0,8% em outubro, na comparação com o mês anterior, e caíram 8,2% no comparativo com o ano passado , segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para o líder do PT no Senado, Humberto Costa, a queda no varejo devem atingir diretamente outros setores da economia.
Segundo os dados do IBGE, este foi quarto mês seguido de perdas do varejo e já é o pior mês do setor desde 2008, quando houve uma queda de 1,1 por cento. “O agravamento da crise econômica no país tem nome e sobrenome. É de total responsabilidade de Michel Temer, do PSDB e de toda essa trupe que usou de subterfúgios para tirar uma presidente legitimamente eleita apenas com um objetivo: entrar pela porta traseira do Palácio do Planalto. Prometeram o céu, resolver todos os problemas do país e está aí o resultado: uma crise que ninguém sabe dizer quando acaba, que ninguém vê a luz no fim do túnel”, disse o senador.
Segundo Humberto, o quadro ainda pode piorar agora, depois da aprovação da PEC , que congela os gastos em áreas como saúde e educação. “Se a gente olhar na história, os períodos de maior crescimento no Brasil foram aqueles em que o Estado esteve presente com investimentos. Agora, com a aprovação da PEC da Maldade estão colocando a pá de cal na economia. Estamos condenados a um Brasil sem futuro pelos próximos 20 anos e isso é inadmissível”, avalia Humberto.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment