Coordenador do Dieese afirma que reforma da Previdência de Temer deixa de fora 70% da população

Humberto: Esse golpista quer transformar o sistema público de aposentadorias em um mero enfeite e fazer de conta que a previdência funciona. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado
Humberto: Esse golpista quer transformar o sistema público de aposentadorias em um mero enfeite e fazer de conta que a previdência funciona. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado

 
Uma reforma arbitrária e que vai privilegiar o setor previdenciário privado. Esta é a análise do líder do PT no Senado, Humberto Costa, após assistir entrevista do coordenador de relações sindicais do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Fausto Augusto Júnior. Segundo o coordenador, a PEC 287 deixará 70% da população fora da Previdência pública e vai provocar um grande desmonte no setor.
“De um ponto de vista bem objetivo, estamos falando que vamos deixar em torno de 70% da população fora do sistema previdenciário. Mais grave do que isso é que se trata de uma proposta para a desconstrução do setor da previdência pública, no Brasil”, afirmou o coordenador do Dieese.
Humberto acrescentou ainda que Temer quer acabar com a Previdência no Brasil. “Esse golpista quer transformar o sistema público de aposentadorias em um mero enfeite e fazer de conta que a previdência funciona. Mas o que vemos com essa reforma é que ela não vai mais atingir a maioria da população e vai se tornar apenas uma política social menor, não um direito do trabalhador”.
Segundo o coordenador do Dieese, as pessoas, principalmente as da classe média, serão obrigadas a recorrer ao sistema previdenciário privado para poder se aposentar com o mínimo de dignidade e conforto. “A aposta do governo, com essa reforma, de fato, não é diminuir o gasto com a previdência propriamente dito, como foi anunciado. A proposta deles é um processo acelerado de privatização”, ressaltou Fausto Júnior.
O senador petista falou da “ação irresponsável” que Temer e seu governo estão querendo impor aos brasileiros com essa reforma. “Vamos acabar administrando uma Previdência que apenas ‘dá esmolas’ às pessoas mais humildes e, pior, a um pequeno grupo apenas. A nossa Previdência será um Bolsa Família sucateado, pois não vai chegar nem aos que mais precisam”, desabafou Humberto Costa.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment