Na falta de profissionais de saúde em algumas regiões, Humberto Costa defende a contratação de médicos estrangeiros


O senador Humberto Costa (PT) defendeu a contratação de médicos estrangeiros no Brasil, nesta quarta-feira (15/5), durante reunião da Comissão de Assuntos Sociais (CAS). Para o senador, a vinda de profissionais de fora do País vai atenuar o déficit, principalmente no Interior. “É preciso enfrentar esse assunto da maneira como ele precisa ser enfrentado; não com corporativismo. Eu tenho certeza de que a sociedade, os prefeitos e os governadores vão apoiar essa iniciativa”, afirmou.
Humberto, que é médico e foi ministro da Saúde, disse que a carência de trabalhadores na área acontece porque o número de profissionais formados não aumentou na mesma proporção do crescimento populacional e destacou o estímulo existente à concentração desses profissionais nos grande centros urbanos e a falta de infraestrutura no Interior. “A prioridade do governo é alocar médicos brasileiros para atuação em todo o País, mas a vinda de médicos estrangeiros é uma alternativa à dificuldade de se contratar profissionais para algumas regiões”, avaliou.
Humberto também é favorável ao projeto aprovado hoje na Comissão de Assuntos Sociais que cria um exame unificado comprovar os conhecimentos técnicos de quem conclui o curso de medicina no exterior. Atualmente, o exame para revalidar diplomas médicos expedidos por universidades estrangeiras, conhecido como Revalida, é apenas regulamentado por uma portaria ministerial.
Segundo Humberto, a padronização dos exames feitos pelas universidades federais é fundamental para evitar distorções. A proposta de lei aprovada pela CAS prevê ainda que o exame para os médicos formados no exterior sejam adequados a partir dos princípios e das necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto segue agora para a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado.
Fonte: gabinete do senador Humberto Costa.
Foto: André Corrêa / Liderança do PT no Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment