Dilma e Lula defendem conquistas sociais em Pernambuco

Mesa encontro estadual do PT
A presidenta Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula defenderam, na noite desta sexta-feira (13), as conquistas sociais alcançadas nos últimos 11 anos em Pernambuco. Os dois participaram de ato organizado pelo diretório estadual do PT em favor da candidatura do senador Armando Monteiro (PTB) ao governo do Estado e do deputado federal João Paulo (PT) ao Senado Federal. A ida de Dilma e Lula a Pernambuco contou com a articulação do líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), que também ajudou a construir a chapa PT-PTB no Estado para a disputa das eleições deste ano.
Em discurso, Armando Monteiro ressaltou que Humberto é um dos maiores defensores do governo federal no Congresso Nacional. “Senhora presidenta, ele tem sido voz ativa na defesa do seu governo e desse projeto, em todas as frentes, sempre. Tem uma palavra firme em solidariedade ao seu governo”, afirmou Armando.
Dilma, que já havia chamado Humberto de “guerreiro pelos interesses do Estado”, ressaltou, no discurso durante o ato do PT, os avanços sociais registrados em Pernambuco. Ela citou os programas Minha Casa, Minha Vida, Bolsa Família, PAC, Pronatec, ProUni e o Mais Médicos, além de obras como a de Transposição do Rio São Francisco, para destacar as ações federais que resultam no crescimento da região.
“Nós fizemos uma revolução no Nordeste. Colocamos homens e mulheres no centro de todos os programas sociais, para garantir e assegurar o desenvolvimento local. Hoje, nós temos certeza que o Nordeste não é mais uma região renegada. Mas ainda temos muita coisa para fazer. Trabalhamos muito aqui em Pernambuco para realizar um dos mais antigos sonhos do estado: a segurança hídrica”, declarou.
Segundo ela, o Minha Casa Minha Vida, por exemplo, permitiu que milhões de pessoas que antes não tinham nada agora tenham a sua casa própria. “É mais moradia a quem precisa”, observou. Apenas Pernambuco recebeu R$ 7,3 bilhões da União para financiamento habitacional.
Já o ex-presidente Lula afirmou que os governos do PT fizeram mais pelo país e pelo Nordeste em 11 anos do que a oposição levou para fazer em um século. “Nós vivemos uma revolução no Nordeste brasileiro. Nós olhamos para a região que sempre foi renegada pelas elites brasileiras”, disse em seu discurso.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment