Governo Temer não vai oferecer novas bolsas de residência médica em 2017

Humberto: “Não podemos nos calar diante do desmonte que esse desgoverno Temer quer fazer no Brasil. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado
Humberto: “Não podemos nos calar diante do desmonte que esse desgoverno Temer quer fazer no Brasil. Foto: Alessandro Dantas/ Liderança do PT no Senado

 
 
O líder do PT no Senado, Humberto Costa, denunciou que, com o “foco de promover o retrocesso do Brasil”, o governo Temer esteja anunciando mais uma medida de seu “pacote de maldades”. É que o Ministério da Educação (MEC) já divulgou que, a partir de 2017, não financiará novas bolsas para residência médica para os estudantes.
“Andar na contramão na formação de profissionais com qualidade, esse é o objetivo do presidente golpista e do ministro mãos de tesoura que só priorizam cortes no nosso país”, lamentou o senador.
Alegando mais uma vez “cortes orçamentários”, o diretor de Desenvolvimento em Saúde do MEC, Dioclécio Campos Júnior, enviou ofício aos coordenadores das comissões de residência médica das universidades afirmando que “será mantido apenas o quantitativo de bolsas financiadas em 2016”.
O parlamentar petista lembra que essa decisão do MEC vai contra as ações do Mais Médicos. “Criamos o programa exatamente porque precisamos de mais profissionais no País. Além de levar médicos para regiões onda há escassez ou ausência de atendimento, o programa prevê, entre outras ações, a criação de novas vagas de graduação e de residência médica. Como é que agora eles resolvem que essas vagas não podem ser mais criadas?”, indagou Humberto.
Segundo a assessoria do MEC, existem 12.544 bolsas concedidas em 2016. Para 2017 serão 12.900, “um inexpressivo acréscimo em relação ao ano anterior”. As bolsas de residência são oferecidas para médicos e outros profissionais da saúde, como enfermeiros ou fisioterapeutas, em programas desenvolvidos nos hospitais universitários.
“Não podemos nos calar diante do desmonte que esse desgoverno Temer quer fazer no Brasil. Já são incontáveis as ações que vêm para prejudicar os setores de saúde e educação”, afirmou o líder petista.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment