Humberto Costa elogia programa Mais Médicos


O senador Humberto Costa comemorou o lançamento do programa Mais Médicos pela presidente Dilma Roussef (PT), em Brasília, que dará bolsa para médicos atuarem em regiões carentes do Brasil. O pacote anunciado por Dilma prevê uma remuneração de R$ 10 mil a profissionais de Saúde que atuarão na rede básica da rede pública.
Outra medida anunciada pela presidente foi a elevação da carga horária dos cursos de medicina da rede pública e privada do país de seis para oitos anos de duração. A partir de janeiro de 2015, os estudantes que ingressarem nas faculdades de medicina terão de cumprir obrigatoriamente um ciclo de dois anos da grade curricular no Sistema Único de Saúde (SUS).
“O importante é que nós vimos da parte do governo a adoção de medidas de longo, de médio e de curto prazo, mostrando que há uma consciência por parte do governo que não existe nenhuma solução simples pra essa questão. Então, nós vamos ter, não somente, a ampliação das vagas para os cursos de medicina, vamos ter uma qualificação desses estudantes que saem dos cursos porque terão um segundo ciclo de duração de dois anos na sua formação”, afirmou Humberto Costa.

A vinda de médicos estrangeiros só será permitida em locais onde as vagas não forem preenchidas pelos profissionais brasileiros. A prioridade será para os brasileiros que fizeram faculdade no exterior. Todos os profissionais vindos de outros países serão acompanhados por uma instituição de ensino. Os médicos também passarão por uma imersão de três semanas em uma universidade pública federal credenciada pelo programa.
Durante o evento, Dilma garantiu que o investimento do Governo Federal em Saúde se dará em três eixos. “Vamos enfrentar desafios: construir locais bem equipados, garantir que a rede funcione e suprir o atendimento c/profissionais d qualidade”, garantiu a petista.
“O programa é muito bem concebido e acredito que será eficiente, vai atingir os objetivos, os resultados que se pretende”, elogiou o senador. Os municípios que participarão do programa Mais Médicos deverão fornecer habitação e moradia para os médicos, além acessar recursos do Ministério da Saúde para construção, reforma e ampliação das unidades básicas.
Fonte: gabinete do senador Humberto Costa.
Foto: Luís Carlos Campos Sales / gabinete do senador Waldemir Moka.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment