Nordestinos atingidos pela seca não ficarão desassistidos pelo governo federal


O senador Humberto Costa (PT) subiu à Tribuna do Senado nesta terça-feira (26/3) para destacar o resultado positivo da agenda da presidente Dilma Roussef, no início desta semana, no município de Serra Talhada. O petista listou as medidas de combate aos efeitos da seca anunciadas na visita da presidente a Pernambuco e os novos investimentos programados para o Estado pelo Governo Federal.
Segundo Humberto, as ações fazem parte do projeto que está mudando a cara da Região Nordeste. “A população reconhece a política de inversão de prioridades adotada desde o governo Lula e reforçada com a presidenta Dilma. Como ressaltou a presidenta Dilma, essa transformação que o Brasil tem vivenciado combina crescimento econômico com inclusão social”, afirmou.
O senador também fez questão de defender as parcerias entre as gestões municipais e estaduais com o Governo Federal. “São com os recursos federais e o trabalho descentralizado realizado pelas prefeituras, que atuam na ponta, junto a população, que podemos continuar a mudar a cara de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil”, disse ele, lembrando das ações conjuntas com o Governo do Estado.
O parlamentar lembrou ainda as ações voltadas para combater a seca na região Nordeste. Entre os destaques a inauguração da primeira etapa da Adutora do Pajéu, no município de Serra Talhada, que irá levar a água do rio São Francisco a mais de 400 mil pessoas de 21 municípios pernambucanos e 8 da Paraíba.

“Infelizmente, estamos enfrentando a maior seca dos últimos 50 anos no Nordeste, mas não vamos deixar as famílias nordestinas desassistidas, seja por meio de medidas emergenciais, seja por meio de grandes investimentos estruturadores que vão mudar radicalmente a realidade do sertão nordestino”, disse Humberto Costa.
O senador também comemorou o anúncio da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, de investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em Pernambuco. Do total de R$ 3,1 bilhões, R$ 2,5 bilhões de reais serão executados pelo governo federal na forma de adutoras, barragens e rodovias. “Serão investidos R$ 1,2 bilhão no Arco Metropolitano do Recife. Trata-se de uma obra viária com 77 quilômetros de extensão que vai interligar os municípios da Região Metropolitana do Recife e melhorar o acesso à futura fábrica da Fiat e aos portos Norte e de Suape”, ressaltou o petista.
Fonte: gabinete do senador Humberto Costa.
Foto: (1) Sérgio Figueirêdo e (2) André Corrêa / Liderança do PT no Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment