Humberto debate pleito dos farmacêuticos com o Conselho Federal de Farmácia


O líder do PT no Senado Federal, Humberto Costa (PE), recebeu nesta quarta-feira (5/7) em seu gabinete, em Brasília, representantes do Conselho Federal de Farmácia para discutir uma pauta de projetos de lei defendidos pelos farmacêuticos. Humberto conversou com o presidente do Conselho, Jaldo de Souza Santos (à esquerda da foto), com o diretor tesoureiro da entidade, Edson Taki, e com a conselheira federal Lenira Costa.
Na pauta, o Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 62/2011 obriga as unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) que dispõem de farmácias, drogarias ou dispensário de medicamentos a manter farmacêuticos habilitados. “Trata-se de um tema importante não somente para a carreira dos farmacêuticos, como também para a proteção do usuário”, ressaltou Santos. O texto se encontra atualmente na Comissão de Assuntos Sociais do Senado.
Outra matéria discutida com o senador foi o Projeto de Lei do Senado nº 206/2011, que fixa limites para o valor das contribuições anuais devidas ao Conselho Federal e aos Conselheiros Regionais de Farmácia. A entidade também pediu apoio na votação do Projeto de Lei nº 133, de 2005, que assegura uma jornada semanal de até 30 horas semanais.
Segundo Jaldo Santos, outros profissionais de saúde atualmente já trabalham no regime de até 30 horas semanais, como é o caso dos fisioterapeutas, fonoaudiólogos e psicólogos.
O senador Humberto Costa comprometeu-se a analisar cuidadosamente os pleitos apresentados pelo Conselho.
Texto e foto: Ines Andrade.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment