Humberto defende em discurso mais verbas para a saúde


O senador Humberto Costa defendeu nesta quarta-feira (10/7), em discurso no plenário do Senado, a destinação de mais recursos para a Saúde. Para ele, muitos avanços foram conquistados nos últimos anos, mas a sociedade pede novas melhorias no Sistema Único de Saúde (SUS).
O senador pediu um debate amplo e um entendimento com o Governo Federal para definir de onde sairão as novas fontes de recursos. “Precisamos discutir com o governo se o governo tem alguma proposição, se haverá uma transição, quando começa a viger essa proposição”, afirmou o petista.
Humberto que é médico, ex-ministro da Saúde e relator da Comissão de Financiamento, disse que algumas medidas estão em análise no Congresso Nacional e pediu “tranquilidade” ao presidente do Senado, Renan Calheiros, para que o Congresso possa analisar melhor as propostas.
“Reforço o apelo que eu fiz ao presidente desta Casa. Eu entendo a urgência, a necessidade de nós damos resposta aos anseios da população, mas temos que faze-la com absoluta tranquilidade e com a absoluta certeza que estamos trilhando o caminho correto”, disse o petista.
O senador ainda descartou a ideia levantada pelo tucano Aécio Neves de garantir 10% da receita líquida da União para a Saúde. “Essa proposição não faz nenhum sentido porque repassaria para a Saúde menos recursos do que nós temos hoje. Hoje, se tivéssemos a aplicação da receita líquida, teríamos um gasto de R$ 67,4 bilhões. E só nesse ano, a previsão é que os gastos efetivamente realizados cheguem a R$ 83 bilhões”, contestou.
O senador acredita que já em agosto será possível votar uma proposta que contemple todos os atores envolvidos. “A gente precisa votar com consciência e com certeza que estaremos fazendo o melhor pra saúde”, definiu o petista.
Fonte: gabinete do senador Humberto Costa.
Foto: André Corrêa / Liderança do PT no Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment