Brasil fará uma Copa histórica, afirma senador

Foto: PT no Senado
Foto: PT no Senado

O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), afirmou nesta quarta-feira (11), em discurso no plenário, que o país fará a partir de amanhã a maior Copa da história, a Copa das Copas, 64 anos depois de ter sediado o mundial. De acordo com o parlamentar, o Brasil está preparado para realizar com sucesso o maior evento esportivo do planeta, ao contrário do que apontaram os pessimistas que torciam contra o país e queriam que, neste momento, a nação “estivesse vivendo um caos completo, com as ruas incendiadas”.
“Perderam! Apostar contra o Brasil, contra a capacidade do nosso povo, sempre se mostrou um péssimo negócio. E nós provamos isso mais uma vez”, declarou, reforçando o pronunciamento feito ontem pela presidenta Dilma Rousseff em cadeia nacional de televisão e rádio.
O senador ressaltou que as obras de mobilidade urbana, incluindo VLTs, BRTs, metrôs, corredores exclusivos de ônibus, novas vias públicas abertas, túneis e viadutos – tudo construído para a Copa do Mundo – ficará para depois do evento, em benefício de toda a população brasileira. “Eram obras já previstas nos Programas de Aceleração do Crescimento, que ganharam impulso graças ao mundial. Estamos em um Brasil que anda para frente sem deixar para trás a sua população”, complementou.
Humberto também lembrou que o dinheiro desembolsado com a construção dos 12 estádios da Copa – R$ 8 bilhões ao todo somando financiamento de bancos federais e recursos de Estados e da iniciativa privada – é ínfimo em comparação ao que o país aplica em áreas sociais.
“No mesmo período em que construímos as arenas de um novo tempo, investimos 212 vezes mais, ou seja, R$ 1,7 trilhão somente de recursos públicos nas áreas de educação e saúde para construirmos, também, o Brasil de um novo tempo”, observou.
Estudos mostram que a Copa injetará diretamente na economia brasileira algo em torno de R$ 6,7 bilhões e vai resultar na movimentação de 3,7 milhões de pessoas por todo o território. “A Copa fará do Brasil o centro das atenções de 3 bilhões e 600 milhões de pessoas em todo o mundo, num evento transmitido por mais de 500 emissoras de TV”, destacou o líder do PT.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment