Senador Humberto pede apoio ao Ministério da Saúde para o IMIP


O líder do PT no Senado Federal, Humberto Costa (PE), participou de audiência nesta quarta-feira (15) com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, o presidente do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), Carlos Moraes, o presidente do PT em Pernambuco, deputado federal Pedro Eugênio, além de demais integrantes da bancada do estado. Foi discutida a situação financeira da instituição e a possibilidade de ampliação de repasses do governo federal.
O ministro Alexandre Padilha se comprometeu em avaliar os serviços prestados pelo IMIP e informou que, em breve, o Ministério da Saúde pagará diferentemente as instituições que prestam serviços exclusivos para o Sistema Único de Saúde (SUS) e que tenham bom desempenho e bons resultados. Padilha sugeriu ainda verificar se há serviços prestados pela instituição que hoje ainda não são remunerados. O ministro destacou a importância da adesão às políticas públicas prioritárias do governo.
“O IMIP é uma instituição extremamente importante para Pernambuco, que se destaca por um trabalho sério junto a população e como hospital filantrópico de ensino, exclusivo do Sistema Único de Saúde (SUS)”, enfatizou Humberto. Na avaliação do senador, o resultado da audiência foi muito positiva, não somente pela resposta do ministro como pelo envolvimento da bancada pernambucana. “O IMIP terá o meu empenho”, acrescentou o senador.
Hoje, a instituição passa por dificuldades financeiras, com um déficit mensal de R$ 2,7 milhões e um déficit financeiro acumulado de R$ 32 milhões. De acordo com Moraes, as dificuldades financeiras começaram em 2009. No ano seguinte, a instituição contraiu empréstimos para pagar parte das despesas com custeio. Segundo Moraes, o IMIP é hoje a maior instituição hospitalar exclusiva para o SUS.
“Temos todo o interesse de dar todo o apoio ao IMIP, instituição a que temos o maior apreço e que atende integralmente ao SUS, com importante história no desenvolvimento e transferência de tecnologias, inclusive repassadas a todo o Brasil com o programa Rede Cegonha”, destacou Padilha.
Foto: André Corrêa / Lid. PT Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment