Humberto quer pressa nas votações do Conselho de Ética do Senado


O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado reúne-se nesta quinta-feira (10/5), por volta das 10 horas, para deliberação de requerimentos. Entre eles, um defendido por Humberto Costa (PT-PE) para ouvir o contraventor Carlos Augusto Ramos, conhecido como Carlos Cachoeira, no dia 17 de maio.
Na oitava reunião do colegiado, também deverá haver decisão sobre a realização de outros depoimentos, como o do senador Demóstenes Torres (ex-DEM/GO). A reunião será realizada na sala 3 da Ala Alexandre Costa.
De acordo com o presidente do Conselho de Ética, senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), os senadores também vão deliberar sobre a possibilidade de ouvir delegados e procuradores que investigaram Carlos Cachoeira e que, no curso da operação, chegaram ao nome de Demóstenes.

Na última terça-feira, por unanimidade, o Conselho de Ética do Senado aprovou a abertura de processo administrativo disciplinar contra o senador goiano, acusado de quebra de decoro por manter estreitas relações com o contraventor Carlos Cachoeira.
Ao fim das investigações, o relator, senador Humberto Costa, apresentará o relatório final indicando as punições que devem ser aplicadas a Demóstenes. Poderão ser aplicadas sanções que variam de uma simples advertência até a perda do mandato.
Nessa última hipótese, o relatório final deve ser encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e depois à Mesa do Senado. O último passo do processo é a inclusão na ordem do dia do Plenário.
Fonte: Agência Senado.
Foto: André Corrêa / Liderança do PT no Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment