Lula, Dilma e Humberto denunciam desmonte da indústria nacional em Ipojuca

 

Humberto ressaltou que foi graças aos governos do PT que o Nordeste e Pernambuco se desenvolveram como nunca. Foto: Roberto Stuckert Filho
Humberto ressaltou que foi graças aos governos do PT que o Nordeste e Pernambuco se desenvolveram como nunca. Foto: Roberto Stuckert Filho

 
Em um grande ato em defesa da indústria petrolífera e naval em Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco, nesta sexta-feira (25), os ex-presidentes Lula e Dilma, ao lado do líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), criticaram o desmonte do Estado que tem sido feito por Michel Temer (PMDB). A indústria naval já demitiu cerca de 50 mil pessoas e hoje tem dívida bilionária.
Em discurso para uma multidão que se deslocou até o centro do município no Grande Recife para abraçar carinhosamente Lula e Dilma, Humberto afirmou que “esse governo golpista está deixando milhares de nordestinos sem emprego”. “Suape e Ipojuca são exemplos de como Lula Dilma transformaram a região, trazendo renda e desenvolvimento para nós”, declarou Humberto.
A programação de hoje da Caravana pelo Nordeste de Lula inclui, às 17h, um grande ato no Pátio do Carmo, no centro do Recife. Amanhã, às 10h, eles estarão frente a frente com os moradores de Brasília Teimosa, comunidade transformada pelas gestões petistas em bairro-símbolo do combate à pobreza.
Em Ipojuca, Humberto disse que foi graças aos governos do PT que o Nordeste e Pernambuco se desenvolveram como nunca, pois a região mais carente do país, desprezada durante séculos, passou a ser priorizada.
“A Refinaria Abreu e Lima e o Estaleiro Atlântico Sul, em Ipojuca, trouxeram pujança à economia do nosso Estado. Milhares de pessoas se profissionalizaram, homens que largaram a atividade pesada no campo cortando cana de açúcar e mulheres que eram cabeleireiras, por exemplo, passaram a trabalhar lá. Hoje, com Temer, eles estão voltando ao passado”, afirmou Humberto.
De acordo com o parlamentar, os investimentos feitos em prol do povo nordestino não podem simplesmente ser desfeitos. “Lutamos muito para trazer para cá a industrialização que gera riqueza apenas no Sul e Sudeste do país. Temos de continuar a batalha hoje, com todas as forças, para que essa sem-vergonhice de Temer, de privatizar nosso patrimônio, seja enterrada”, comentou.
No ato em Ipojuca, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) entregou uma homenagem a Lula pelos serviços prestados ao setor. Ontem à noite, ele e Humberto participaram no Recife de um ato de apoio ao Mais Médicos, após a visita de Lula ao Museu Cais do Sertão. Eles conversaram com dona Quitéria, que teve o seu primeiro atendimento médico da vida feito por um profissional do programa.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment