Mais de 49 mil escolas públicas oferecem programa de ensino integral


A presidenta Dilma Rousseff revelou nesta semana, no programa Café com a Presidenta, que mais de 49.300 escolas públicas em todo o país aderiram ao programa de ensino integral. Segundo Dilma, esse número reflete o enorme esforço do governo em ampliar o número de estudantes dos ensinos fundamental e médio que recebem aula em dois turnos. Somente em 2013, foi investido R$ 1,8 bilhão na iniciativa.
“A maior parte dos recursos é repassada diretamente para a escola contratar monitores e professores, comprar material e preparar os espaços para receber as crianças nas atividades do chamado contraturno, que é o segundo turno. Além disso, o MEC também repassa um recurso a mais para as prefeituras com o objetivo de garantir alimentação de quem fica o dia todo na escola”, explicou Dilma.
Segundo a presidenta, a educação em dois turnos tem importância para alunos e para a família, porque melhora o aprendizado e ainda garante mais segurança e melhor cuidado para crianças e adolescentes. Entre as atividades presentes no contraturno, Dilma destacou o acompanhamento pedagógico obrigatório, com aulas de reforço escolar em matemática, português, ciências e uma língua. Ela reforça que nenhum país se tornou nação desenvolvida sem adotar a medida.
“O principal caminho para o desenvolvimento sustentável, para a valorização da própria sociedade brasileira reduzindo as desigualdades é a educação. Dar a todas as crianças as mesmas chances desde cedo, as mesmas oportunidades. É isso que significa desenvolvimento sustentável. Por isso, nossa meta é chegar com educação em dois turnos a 60 mil escolas até 2014. E a nossa prioridade tem sido as escolas onde estão as crianças mais pobres, que são aquelas que recebem o Bolsa Família”, detalhou.
Fonte: Blog do Planalto.
Foto: Ministério da Educação.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment