“Nenhum nome escolhido de forma indireta terá apoio popular”, diz Humberto sobre possível saída de Temer

Humberto: O que fica muito claro é que ninguém aceita esse governo golpista. Os números mostram a total desconformidade dessa gestão com o desejo da população. Foto: Roberto Stuckert Filho
Humberto: O que fica muito claro é que ninguém aceita esse governo golpista. Os números mostram a total desconformidade dessa gestão com o desejo da população. Foto: Roberto Stuckert Filho

 
Para o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa, os dados divulgados pela pesquisa Vox/CUT, nesta segunda-feira (5), mostram o inconformismo dos brasileiros com o cenário político e econômico. Segundo o levantamento, 85% da população acredita que o peemedebista deveria perder o mandato. Para 90% da população, no caso da cassação de Temer deve ser da população a decisão de escolher o sucessor do peemedebista.
“O que fica muito claro é que ninguém aceita esse governo golpista. Os números mostram a total desconformidade dessa gestão com o desejo da população. Temer nunca teve legitimidade, mas segue insistindo com uma pauta extremamente negativa para o trabalhador brasileiro e se segurando a todo o custo, em meio a um lamaçal de corrupção que o rodeia”, disparou Humberto.
De acordo com a pesquisa, a popularidade de Michel Temer também segue despencando. Cerca de 75% dos entrevistados avaliam a gestão peemedebista como ruim ou péssima, contra 65% da última sondagem. Apenas 3% consideram o governo bom/ótimo. A impopularidade de Temer ainda é maior na região Nordeste, onde 83% apontam seu desempenho como ruim/péssimo.
Segundo o senador, a única saída para a crise é a democrática. “Nenhum nome escolhido de forma indireta terá apoio popular. A pesquisa aponta isso. Por tanto, é necessário ocupar as ruas, as redes para que nenhum outro golpe seja dado na população brasileira. Temos que fazer com que o povo tenha o poder de escolher o rumo que o Brasil vai tomar. Só assim conseguiremos sair da crise”, afirmou o líder.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment