Novo plano de enfrentamento ao crack oferecerá mais cuidado, autoridade e prevenção

O conjunto de ações para o enfrentamento do consumo e tráfico do crack, lançado nesta quarta-feira (7/12) pela presidenta Dilma Rousseff, foi elogiado no Plenário do Senado pelo líder do PT e do Bloco de Apoio ao Governo, Humberto Costa. Para o senador, o governo federal está atuando de forma inteligente em medidas integradas que pensam em todas as frentes de combate e prevenção.
“São medidas que permitirão resgatar vidas e reintegrá-las à sociedade, bem como atacar o tráfico e as organizações criminosas. Para isso, as ações são estruturadas em três eixos: cuidado, autoridade e prevenção”, enfatizou o petista, lembrando que serão investidos R$ 4 bilhões na implementação delas.
Ex-ministro da saúde e médico, Humberto listou algumas das principais ações no eixo de cuidado, que envolve a ampliação e qualificação da rede de atenção à saúde dos usuários. Entre elas está a criação da rede de atendimento Conte com a Gente, com equipamentos de saúde para auxiliar os dependentes e familiares na superação do vício e na reinserção social.
Também serão criadas enfermarias especializadas nos hospitais do SUS para internações nos períodos de crises de abstinência e em casos de intoxicação grave. Além disso, serão abertos 308 consultórios de ruas para as áreas de maior incidência do consumo e criadas unidades de acolhimento.
O senador elogiou também as medidas que foram incluídas no eixo autoridade, as de combate ao tráfico e de segurança nas fronteiras. Ele citou a intensificação das ações de inteligência e de investigação, o reforço dos quadros das polícias Federal e Rodoviária Federal, a implantação do policiamento ostensivo e de proximidade nas áreas de maior uso de drogas. E, por fim, as iniciativas do eixo de prevenção, que são as ações educativas nas escolas, comunidades e na comunicação com a população.
Para o líder, essas medidas representam um grande passo na transformação da triste realidade que hoje afeta toda a sociedade brasileira.
Texto: Ines Andrade.
Foto: Pedro França / Agência Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment