Novo plano de investimento da Fiat mostra mais desenvolvimento para Pernambuco


Em pronunciamento nesta quarta-feira (15/5), o senador Humberto Costa (PT-PE) informou que Pernambuco receberá R$ 4,5 bilhões dos R$ 15 bilhões a serem investidos até 2016 no Brasil pela Fiat Automóveis. De acordo com o senador, R$ 4 bilhões irão para uma fábrica de automóveis e outros R$ 500 milhões para uma fábrica de motores, ambas em Goiana, cidade a 63 km de Recife. Os números fazem parte do novo plano de investimentos da montadora, divulgado nesta semana.
“A fábrica de automóveis terá capacidade de produzir 250 mil unidades por ano e irá gerar 4,5 mil empregos diretos quando entrar em funcionamento, em 2014”, afirmou o senador.
O parlamentar lembrou ter sido o relator da Medida Provisória 512/2012, para ele fundamental para a efetivação do empreendimento em Pernambuco. A MP prorrogou até 2020 o regime fiscal especial para a indústria automobilística instalada nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste. O regime fiscal, acrescentou Humberto Costa, é fruto da política de inversão de prioridades, iniciada no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e continuada no governo da presidente Dilma Rousseff, e visa a um desenvolvimento mais igualitário do Brasil.
O senador comentou que a implantação das fábricas irá gerar “bons desafios” para a região, como conciliar o desenvolvimento econômico com o desenvolvimento social. Ele destacou as iniciativas da Fiat para, em conjunto com a comunidade, melhorar os indicadores de qualidade de vida; e, em conjunto com outras instituições, criar programas de educação para atender as necessidades das fábricas, formando mão de obra capacitada para evitar a importação de trabalhadores mais qualificados de outras regiões.
Outro desafio, anunciou o senador, é mobilizar o governo do estado para realizar as obras necessárias para a implantação do investimento, como infraestrutura de transportes e abastecimento de água e energia.
No mesmo pronunciamento, o senador manifestou “irrestrita solidariedade” ao governador do Acre, o ex-senador Tião Viana, que teve integrantes de seu governo envolvidos em denúncias de corrupção.
Fonte: Agência Senado.
Foto: André Corrêa / Liderança do PT no Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment