Queremos ser um grande produtor de navios, afirma Dilma ao entregar petroleiro “Zumbi dos Palmares” em Pernambuco


A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira (20/5), em Ipojuca (PE), durante cerimônia que marcou o início das operações do petroleiro “Zumbi dos Palmares”, que o Brasil recuperou a indústria naval e pretende ser um grande produtor de navios e plataformas.
“Nós estamos falando de uma indústria que tem futuro. Nós estamos falando de uma indústria que vai passar gerações e isso é muito importante porque nós queremos ser não só um grande produtor de petróleo e gás. Nós queremos ser um grande produtor de navios, um grande produtor de plataformas, de equipamentos para a Petrobras. E é isso que fazem aqueles que apostam no país, apostam no seu desenvolvimento, aqueles que apostam no desenvolvimento do país, e não ficam só e simplesmente tratando as questões pelo lado negativo, eles – aqueles que apostam no país –, eles olham o horizonte e sabem que quem constrói o futuro deste país somos nós”, disse.
Dilma lembrou que o Brasil foi a segunda potência da construção naval nos anos 80, mas que essa indústria perdeu força e ficou reduzida a 2 mil trabalhadores, recuperando-se somente a partir de 2003, por meio de iniciativas como o Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), que possibilitou a encomenda de 49 embarcações a estaleiros nacionais, garantindo as bases para o ressurgimento da indústria naval brasileira. Hoje, somente em Pernambuco o setor naval gera 54 mil empregos.
“[São] 26 estaleiros em operação no país e 11 em implantação. Tem estaleiros grandes, estaleiros médios, estaleiros menores, mas o fato é que esta indústria é uma indústria em crescimento acelerado. E a carteira de encomendas dos estaleiros brasileiros hoje soma quase 400 obras, e, além disso, nós temos a terceira maior carteira de encomenda de petroleiros do mundo”, disse a presidenta.
Fonte: Blog do Planalto.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment