Senado Federal promove exposição com 100 imagens marcantes em 2011


O Senado Federal está exibindo neste mês a exposição 100 Fotos de 2011, com registros das votações, manifestações e momentos relevantes da Casa no ano passado. Coordenada pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secs), a exposição foi montada a partir de um acervo de quase 290 mil fotos produzidas pelos repórteres fotográficos do Senado, que fazem, em média, 1.400 registros por dia.
“Essas fotos vão dizer para as gerações futuras muito mais do que poderíamos tentar explicar”, disse a 1ª vice-presidente do Senado, Marta Suplicy (PT-SP). A parlamentar destacou algumas das fotografias expostas, como as que mostram o senador Itamar Franco (PPS-MG) e o ex-vice-presidente da República José Alencar, mortos no ano passado. Também enfatizou a importância do registro da participação da sociedade durante a discussão dos projetos.

“Foi uma ideia muito boa colocar fotos das manifestações populares que acompanharam [os debates], umas dentro da Casa e outras fora”, disse.
De acordo com a coordenadora de fotografia da Secs, Paula Cinquetti, a escolha das fotos tentou reunir os eventos mais importantes do Senado ao longo do ano passado. Ela explicou que, além do valor estético das fotos, a exposição busca um caráter plural, em que “todos os senadores aparecessem”, sem privilegiar um grupo político em detrimento de outro. Paula explicou que as fotografias escolhidas têm “poder de comunicação” e que a mostra é a consolidação da valorização da fotografia dentro do Senado.
“A ideia é mostrar a fotografia como um meio de comunicação. A fotografia tem força própria”, disse.
Na visão da coordenadora, a fotografia institucional não precisa ser burocrática, mas deve ser atuante e dinâmica no registro dos fatos. Ela ainda ressaltou que a exposição tem um viés de cidadania – já que a mostra passa por temas de interesse nacional e registra a participação do cidadão no processo legislativo.
Na abertura da exposição, o diretor da Secs, Fernando César Mesquita, salientou o caráter histórico da cobertura fotográfica, que registra momentos de tensão, negociações políticas e pressões vivenciadas na Casa. “A exposição mostra os momentos de tensão, de alegria, de reflexão, que acontecem aqui e quisemos revelar, destacar para a sociedade”, afirmou.
Também participaram da abertura o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), a secretária-geral da Mesa, Claudia Lyra, e a diretora-geral do Senado, Doris Peixoto.

Imagens – A mostra traz imagens que começam com a posse da primeira mulher na Presidência da República (foto acima) e percorrem os corredores do Senado por meio de registros das discussões de temas como a reforma política e a divisão dos royalties do petróleo. Cenas de momentos importantes das comissões e do Plenário denotam o trabalho legislativo do Senado em 2011.
A exposição também registra a intensa participação popular, como ocorreu no caso dos projetos que tratavam da criminalização da homofobia e do novo Código Florestal, além de manifestações contra a corrupção e a luta dos estudantes pela valorização da educação. Há, ainda, fotos de momentos tristes, como o velório do ex-vice-presidente José Alencar, em que o presidente do Senado, José Sarney, cumprimenta a viúva, Mariza Gomes.
Fonte: Agência Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment