Senadores eleitos por Pernambuco destacam desenvolvimento do interior do Estado


A bancada de Pernambuco no Senado, composta por Humberto Costa (PT), Armando Monteiro (PTB) e Jarbas Vasconcelos (PMDB), reunidos no programa Assunto de Estado desta semana, avaliaram positivamente o momento da economia de Pernambuco e salientaram a importância de obras de infraestrutura e da recuperação de setores tradicionais da indústria. Mas, lembraram que é preciso continuar os esforços para levar o progresso ao interior do estado.
No programa, transmitido pela TV Senado, pela Rádio Senado e pela internet, os três representantes de Pernambuco, no Senado, também criticaram a concorrência predatória, especialmente da China, contra produtos pernambucanos, e destacaram a necessidade de reforma tributária.
Interiorização – Os senadores comentaram os motivos históricos da concentração da riqueza no litoral de Pernambuco e concordaram que a industrialização tem mudado essa situação a favor do interior. Humberto Costa considera “bastante positiva” a perspectiva de futuro para as regiões mais pobres e, junto com os companheiros de bancada, trataram da expansão da qualificação profissional no estado, salientando a necessidade de mais escolas técnicas para evitar a importação de mão-de-obra.
Investimentos – Humberto Costa elogiou as decisões políticas que, segundo avaliou, têm levado desenvolvimento a Pernambuco. Ele disse que grandes projetos se originaram do interesse do governo federal em fazer com que empresas estatais pudessem produzir. “A decisão de construção de uma refinaria em Pernambuco, em grande parte, foi também uma decisão política. Se dependesse unicamente da visão empresarial da Petrobras, talvez isso nunca tivesse acontecido”, observou.
Entre os projetos de transporte, os senadores foram unânimes quanto à importância da Transnordestina, ferrovia que cortará 43 municípios de Pernambuco e integrará a malha ferroviária do Nordeste com o resto do país. Para Armando Monteiro, a obra será fundamental para vários setores da economia. Ele espera que a vinda da soja do Centro-Oeste pela ferrovia possa relançar a avicultura em Pernambuco, além de estimular a produção de biodiesel e aumentar a competitividade do porto de Suape.
Competição – Os senadores criticaram a concorrência de produtos chineses, que tem afetado negativamente o polo têxtil da região de Caruaru. Eles elogiaram a aprovação da Resolução 72, que deu fim à prática de subsídio à importação por vários estados, e as medidas antidumping do Plano Brasil Maior, mas consideram que ainda falta competitividade à indústria brasileira. Para mudar essa situação, além de mais ajustes nos juros e no câmbio, os senadores destacaram a importância da reforma tributária.
Assunto de Estado – Essa foi a 11ª edição do programa Assunto de Estado, que a cada mês debate os assuntos de interesse de um dos estados brasileiros com a participação dos três representantes no Senado. Desde a primeira edição, em junho de 2011, Assunto de Estado já recebeu as bancadas de São Paulo, Ceará, Acre, Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Distrito Federal e Paraíba. Entre os temas discutidos estão: transporte, qualidade de vida, desenvolvimento sustentável, agronegócio e formação de mão de obra.
Fonte: Agência Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment