Ultimo dia da agenda de Lula em Pernambuco começa em Caruaru

Humberto: Realmente vemos como o presidente Lula é querido. Onde quer que vá, seja em Petrolina, Carpina, Caruaru ou Recife, ele leva um grande público que vem escutar o que ele tem a dizer. Foto: Assessoria de Imprensa
Humberto: Realmente vemos como o presidente Lula é querido. Onde quer que vá, seja em Petrolina, Carpina, Caruaru ou Recife, ele leva um grande público que vem escutar o que ele tem a dizer. Foto: Assessoria de Imprensa

 
O terceiro dia da agenda em Pernambuco do ex-presidente Lula começou logo cedo, em Caruaru. O líder do governo Dilma no Senado, Humberto Costa, acompanhou a agenda junto com o presidente que chegou na região do Agreste pela manhã e começou no Grande Hotel, onde participou de um encontro com o prefeito Zé Queiroz e lideranças da região.
No auditório do hotel, Lula falou da importância de manter Dilma na Presidência da República para que o povo mais necessitado volte a ter vez no Brasil. “Eu ando meio ‘acabrunhado’ nas minhas últimas andanças. O brasileiro sempre foi alegre e feliz, e o que estou vendo ultimamente é que vocês estão sem esperança com esse governo que está aí agora. Esse pessoal não deu um Golpe na Dilma. Eles deram um Golpe foi no povo brasileiro”, falou Lula em seu discurso. Ele também pediu que todos se empenhem em mandar mensagens e cobrar dos senadores que votaram pelo impeachment. “Agora que todo mundo usa o Whatsapp é preciso que vocês enviem mensagem para os senadores que votaram a favor do Golpe dizendo que querem a Dilma de volta, não podemos descansar um dia só”.
Lula e Humberto seguiram para a Praça da Criança, no centro de Caruaru, para participar do ato da Caravana da Frente Brasil Popular onde falaram diversos dirigentes dos movimentos sociais. O ex-presidente levantou o público quando lembrou sua trajetória até chegar à Presidência da República.
“Temer deveria aprender comigo, perdi quatro eleições e não fui protestar nas ruas. Eu viajei o Brasil inteiro me preparando para ganhar no voto e não entrar por trás como ele fez”, afirmou o petista.
Lula fez questão de agradecer o empenho de Humberto no Senado, pela luta que está travando na Casa Alta pela volta da presidenta afastada “Esse senador aqui votou a favor de Dilma e está trabalhando pra que esse Golpe não passe”.
Do centro de Caruaru, a comitiva seguiu para um almoço no Assentamento Normandia que é coordenado pelo Movimento dos Sem Terra. Lá, o ex-presidente conheceu as plantações do assentamento e a Agroindústria de Beneficiamento de Raízes e Tubérculos do local. Lula almoçou com lideranças dos movimentos agrários
O senador Humberto avaliou como positiva a agenda de Lula em Caruaru. “Realmente vemos como o presidente Lula é querido. Onde quer que vá, seja em Petrolina, Carpina, Caruaru ou Recife, ele leva um grande público que vem escutar o que ele tem a dizer. Mas o discurso é um só: não podemos deixar esse Golpe passar. O Brasil não pode retroceder e perder todas as conquistas que teve nos últimos 13 anos. Não podemos descansar um só dia”, bradou o senador petista. De Caruaru Lula e Humberto seguem para Recife onde participam do grande ato de encerramento da Caravana Popular na Av. Rio Branco, centro da cidade.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment