Vamos conseguir proteger a população do Nordeste dos efeitos da seca, afirma Dilma


A presidenta Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira (3/4), em entrevista a rádios do Ceará, que o governo tem tomado medidas para proteger a população do Nordeste dos efeitos da seca. Nesta terça-feira (2/4), a presidenta esteve em Fortaleza e anunciou uma série de medidas, tais como a disponibilização de 340 mil toneladas de milho subsidiado, aumento de 30% no número de carros-pipa, prorrogação do Garantia Safra e do Bolsa Estiagem, ampliação de linhas crédito e renegociação das dívidas dos agricultores da região.
“Nós, hoje, vamos conseguir, de uma forma muito efetiva, proteger a população. A população, que antes era vista passando toda a sorte de necessidades, ela hoje tem a Bolsa Estiagem, o Garantia Safra, o Bolsa Família, e tem todos os programas sociais do governo fazendo uma proteção para evitar que essas cenas ocorram”, disse.
A presidenta disse que, além das medidas emergenciais, o governo tem executado ações estruturantes que garantem segurança hídrica – como a integração do São Francisco e a construção de adutoras, barragens, açudes e estações elevatórias – e mitigam os efeitos da estiagem.
“Com essas duas ações estruturais – oferta de água e oferta de alimento – nós, de fato, estaremos chegando na fase de convivência com a seca. Nós não controlamos quando a seca chega, mas nós temos todas as condições de controlar os efeitos da seca sobre a população do Nordeste. E eu acho que o Nordeste está numa fase de expansão, é um novo Nordeste, como é um novo Ceará”, afirmou.
Fonte: Blog do Planalto.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment