Comissão do Senado vota relatório sobre cassação de Demóstenes Torres


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado vota nesta quarta-feira (4/7) o relatório do senador Pedro Taques (PDT-MT) sobre a cassação de Demóstenes Torres (ex-DEM-GO). O parlamentar goiano é acusado de manter relações com Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso desde fevereiro por suspeitas de corrupção, exploração de jogos ilegais e outros crimes.
Na CCJ, a análise é sobre os aspectos, jurídicos, legais e constitucionais do parecer, o que significa que o relator não fala sobre o mérito. Em seu texto de 28 páginas, Pedro Taques descreve todo o processo que culminou com o parecer do Conselho de Ética do Senado pela cassação de Demóstenes, desde a representação do PSOL para apuração de comportamento incompatível com o decoro parlamentar.
O voto do relator é pela constitucionalidade, legalidade e juridicidade do processo de representação encaminhado pelo Conselho de Ética.
Se aprovada, a matéria será votada no Plenário do Senado – pedindo a cassação de Demóstenes Torres. Para ser aprovada, são necessários 41 dos 81 votos dos senadores. A votação em plenário é feita de forma secreta.
Fonte: Agência Senado.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment