Humberto Costa: otimismo com a transposição do São Francisco


O senador Humberto Costa (PT-PE) manifestou seu otimismo quanto ao cumprimento do cronograma das obras da transposição do Rio São Francisco e afirmou que o andamento das obras deve garantir que, já em setembro de 2014, cerca de 100 quilômetros de canais estejam levando água a milhões de nordestinos.
Humberto, que é relator da comissão especial do Senado que acompanha as obras da transposição, relatou ao Plenário, nesta terça-feira (23), a segunda visita de inspeção ao projeto, realizada na última sexta-feira (19), desta vez ao Eixo Leste das obras. Ele esteve nos municípios de Floresta e Sertânia, em Pernambuco, e em Monteiro, na Paraíba. Como já tinha acontecido na visita ao Eixo Norte, em março, o senador ficou entusiasmado com o andamento dos trabalhos.
“Essa segunda visita reforçou o meu otimismo em relação ao cumprimento do cronograma das obras e com sua conclusão final em 2015”, afirmou Humberto, lembrando que a obra decorreu de uma decisão política firme do ex-presidente Lula, assegurando o acesso à água a 12 milhões de nordestinos que vivem em 391 municípios da região. “Naturalmente que essa obra, pela sua grandiosidade, enfrentou muitas dificuldades” – decorrentes da falta de conhecimento sobre a composição do terreno, da desistência de empresas vencedoras de licitações, por exemplo. “Mas o Governo, de forma ágil, superou e vem superando todas essas dificuldades”. Humberto informou que já no final do próximo mês de junho, todas as obras de todos os lotes estarão em funcionamento, com sete mil trabalhadores empregados, segundo o Ministério da Integração Nacional.
As inspeções do Eixo Leste foram iniciadas no município de Floresta (PE), onde o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, assinou o termo de aceitação da entrega do canal de aproximação do eixo leste e a comissão vistoriou as obras da Estação de Bombeamento nº 1. Além de Bezerra e Humberto, estavam presentes os senadores Vital do Rêgo (PMDB-PB), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

Com 5,5 quilômetros de extensão, o canal de aproximação vai conduzir a água do Rio São Francisco até a estação de bombeamento. “A previsão é de que essas obras estejam totalmente concluídas até o final do próximo mês de maio”, informou Humberto. A comissão também sobrevoou os lotes 9 e 13 do projeto, cujas obras estão suspensas, mas serão retomadas com a conclusão do processo licitatório nesta semana. O grupo também passou pelos municípios pernambucanos de Custódia e Sertânia, onde visitou a exposição fotográfica do Programa de Arqueologia, que faz parte de uma das 38 estratégias sócioambientais desenvolvidas pelo Projeto São Francisco.
Em Monteiro, na Paraíba, a comissão acompanhou uma audiência pública na Câmara Municipal sobre o andamento das obras. “Muito breve, teremos as obras do Eixo Leste licitadas e sendo realizadas, o que beneficiará 72 municípios paraibanos das regiões do Cariri, do Agreste, do Brejo e do Litoral”, anunciou Humberto, que considera as visitas da Comissão Especial às “extremamente esclarecedoras” e essenciais à preparação de seu relatório, já que permitiram “uma visão mais realista sobre a transposição, seus avanços, complexidades e dificuldades”

O senador destacou a importância de constatar in loco o andamento das obras. “Não vamos nos ater somente a relatórios feitos em Brasília e a avaliações subjetivas que são, muitas vezes, de cunho estritamente político”. Humberto reafirmou o compromisso da comissão de traçar um quadro real das obras, já que o projeto da transposição do Rio São Francisco é estratégico para o Nordeste, “e resolverá de vez a escassez de água que torna improdutivas as terras do interior da Região”.
Ele manifestou sua confiança na transformação radical da realidade do Nordeste e desafiou “aqueles tantos que se utilizam da imprensa e das tribunas do Parlamento” para pintar um quadro negativo das obras: “Visitem a transposição, conheçam uma das obras de engenharia mais importantes, mais grandiosas, que, certamente, temos no mundo e vejam que o futuro do Nordeste tem muito a encontrar de bom mais à frente”.
Fonte: por Cyntia Campos, da Liderança do PT no Senado.
Fotos: Adalberto Marques/MI.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment