Juros mais baixos já reduzem pedidos de falência, diz Serasa

O Indicador de Falências e Recuperações divulgado nesta semana pela Serasa Experian mostra que os pedidos de falência em todo o País caíram de 173 em março para 165 em abril. Os economistas da empresa, em nota divulgada nesta manhã, avaliam que o recuo já é reflexo do movimento de queda dos juros bancários. “Em abril as empresas começaram a aproveitar os juros mais baixos no crédito para pagar dívidas atrasadas junto a credores”, afirmam.
Outro fator que colaborou para a melhora do indicador foi o menor número de dias úteis em abril ante março. Mas a tendência de redução da insolvência das empresas, observam os economistas, se mantém no curto prazo, por causa de datas como o Dia das Mães e Dia dos Namorados, e também no médio prazo, devido à perspectiva de um segundo semestre com crescimento da atividade econômica.
O resultado verificado em abril foi insuficiente, no entanto, para levar o indicador a se recuperar em relação aos números do ano passado. Os 165 pedidos de abril ficaram acima dos 133 registrados em igual mês de 2011. No primeiro quadrimestre, a marca também é pior que a do mesmo período do ano passado – 614 contra 570 requerimentos. Já o número de falências decretadas caiu de 70 em março para 64 em abril.
Dos 165 pedidos de falência registrados em abril, 89 foram efetuados por micro e pequenas empresas, 51 por médias e 25 por grandes. Os pedidos de recuperação judicial caíram de 64 em março para 57 em abril. As recuperações deferidas subiram de 49 pedidos para 52. E o número de recuperações judiciais concedidas passou de 15 em março para 22 em abril.
Fonte: O Estado de São Paulo.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment