Líder do PT convoca Paulo Roberto Costa para CPI

Foto: PT no Senado
Foto: PT no Senado

A CPI da Petrobras no Senado aprovou nesta terça-feira (27) requerimento apresentado pelo líder do PT na Casa, Humberto Costa (PE), que convoca o ex-diretor de Abastecimento e Refino da estatal Paulo Roberto Costa para depor no colegiado. Paulo Roberto, que chegou a ser preso pela Polícia Federal (PF) na Operação Lava Jato – mas hoje está em liberdade -, será ouvido pelo colegiado na próxima terça-feira.
A apreciação do requerimento de convocação do ex-diretor da Petrobras foi feita na sessão que ouviu, por mais de três horas, a presidente da companhia, Graça Foster. Ela falou, principalmente, sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Graça reafirmou que a negociação não foi um bom negócio para a Petrobras, mas que a refinaria poderá ser rentável no futuro.
Paulo Roberto Costa é investigado pela PF por supostamente participar de um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que teria movimentado cerca de R$ 10 bilhões. Devido a uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, ele está, atualmente, solto. Ao todo, 13 pessoas foram detidas pelos agentes da Polícia Federal na Operação Lava Jato, incluindo o doleiro Alberto Youssef.
Outros dois requerimentos apresentados por Humberto foram aprovados por unanimidade nesta terça-feira pela CPI. Os dois tratam da solicitação ao Supremo Tribunal Federal e à 13ª Vara Federal de Curitiba de toda a documentação sobre a operação Lava Jato.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment