Ministério da Saúde recomenda higiene bucal desde os primeiros dentes

Neste Dia das Crianças é bom lembrar a importância da escovação de dentes dos pequenos. Dicas simples podem evitar o aparecimento de cáries, como o uso de creme dental com flúor e criar o hábito de limpar os dentes após a amamentação noturna. Quem alerta para esses cuidados é o coordenador do programa Brasil Sorridente, Gilberto Pucca.
“É fundamental a escovação desde o aparecimento dos primeiros dentes de leite”, explica o coordenador, que esclarece ainda que a higienização dos dentes dos bebês não precisa ser feita necessariamente com a escova de dente, mas pode ser realizada com um pedaço de pano limpo. “O pai, mãe ou responsável deve iniciar a higienização da superfície do dente que já apareceu logo após a criança se alimentar”, destaca.
Gilberto Pucca explica que os dentes de leite devem ser higienizados. “Não é porque vão ser trocados que não são importantes. Esses primeiros dentes ajudam na mastigação e mantém o espaço dos dentes permanentes”. Os dentes de leite previnem, inclusive, possíveis problemas de oclusão e podem evitar que a criança tenha que usar aparelhos ortodônticos. Os primeiros dentes são fundamentais para a saúde bucal das crianças”, reforça.
Outra dica importante é o uso de creme dental fluoretado para as crianças. “Não se recomenda pasta de dente sem flúor. No entanto, é bom monitorar para que a criança não acabe ingerindo a pasta rotineiramente”, salienta o coordenador. Outro cuidado que os pais devem ter é com a mamadeira noturna e o uso do açúcar, que deve ser evitado para não danificar os dentes da criança. O leite de vaca, líquido ou em pó, tem açúcar natural e não precisa ser adoçado com açúcar ou achocolatado.
“É um erro amamentar a criança à noite e deixá-la dormir sem limpar os dentes. A cárie pode surgir assim que os dentes aparecem. Quando a primeira superfície do dente aparece, já está exposta a agressão externa, portanto, aquele pequeno pedaço já deve ser higienizado”, esclarece. Dados da pesquisa de Saúde Bucal de 2010 mostram que 44% das crianças aos 12 anos estão livres de cáries. Em 2003 esse percentual era de 32%. Os resultados mostram os avanços no cuidado à saúde bucal infantil, mas também indica que os pais não podem descuidar.
BRASIL SORRIDENTE – O Ministério da Saúde possui uma política de saúde bucal que atende todas as faixas etárias. O foco do Brasil Sorridente, programa criado durante a gestão de Humberto Costa no Ministério da Saúde, é ampliar e qualificar o acesso à assistência, à promoção da saúde e à prevenção de doenças. As crianças podem ser atendidas pelas Equipes de Saúde Bucal, que atuam em conjunto com as Equipes de Saúde da Família e nos Centros de Especialidades Odontológicas, em casos mais complexos.
O programa Brasil Sorridente também está alinhado à estratégia Rede Cegonha com o objetivo de prestar um atendimento integral às gestantes e aos bebês. As grávidas podem ter consultas odontológicas para tratar os dentes e, se necessário, podem obter orientações de como higienizar os dentes do seu filho.
Fonte: Agência Saúde – Ascom/MS

Show CommentsClose Comments

Leave a comment